O Retalho assistiu The Bad Batch com antecedência a convite da Disney

Este texto não contém spoilers

O universo de Star Wars está em uma constante expansão desde que A Saga Skywalker chegou ao seu final. Sem nenhum filme que se situe após o Episódio IX, a Lucasfilm está procurando preencher as lacunas entre as trilogias. Essa é uma forma de aos poucos conseguir costurar todas as produções e formar uma única história completa. A mais nova animação por exemplo, The Bad Batch, chegou esta semana ao Disney+ com o intuito de conectar as duas séries de sucesso da franquia: Clone Wars e Rebels.

No entanto, já que estamos tendo novas produções situadas em períodos já conhecidos, isso faz com que elas caiam facilmente em repetição. Nesse período de Ascensão do Império Galáctico e nascimento da Rebelião já temos filmes como Han Solo e Rogue One, games como Jedi: Fallen Order e a própria Rebels. Acontecimentos como a Ordem 66, recrutamento de soldados para substituir os clones, a união de diferentes raças e povos se unindo e sendo força de resistência e outros temas já foram retratados.

Mais do mesmo?

Nesse sentido, é um tanto complicado começar Bad Batch e não sentir que já viu aquela história. Em contraponto, a série apresenta logo de cara personagens carismáticos o suficiente para comprarmos a história. A Força Clone 99 é um grupo de soldados considerados “defeituosos” e diferentes dos outros soldados da República. Essa falha na genética os permitem resolver situações e missões de formas mais amplas do que os clones normais (chamados de norms).

O esquadrão é formado por Hunter, o líder e seus companheiros Tech, Crosshair, Wrecker e Echo; este último que chegou a fazer parte do Esquadrão do Rex em Clone Wars. Sendo assim, eles se estabelecem como um grupo de RPG. Hunter é forte no combate tático, Tech é o hacker, Crosshair é o sniper, Wrecker é os músculos do time e Echo é o piloto.

Essa dinâmica funciona e é o ponto forte dos dois primeiros episódios, mas a série deixa a desejar ao joga-los em uma história manjada. Boa parte do primeiro episódio, que por raridade possui mais de 1h de duração, é focada numa sequência para mostrar o quão traiçoeiro é este novo Império. Mas ora, o público já sabe disso e inclusive sabe das intenções dos vilões que aparecem em cena. Assim a trama parece manjada e sem muitas surpresas escondidas, o que claro, pode mudar conforme a temporada avance.

É bom lembrar que Dave Filloni, responsável por todo esse universo expandido das animações, é conhecido por começar com os pés no chão e depois usar a memória afetiva como forma de impactar com suas novas ideias. Então resta esperar as peças se encaixarem e ver qual a função de tudo no quadro geral. Mas por agora, a sensação que fica é de poderiam ter contado uma história mais profunda.

Parte técnica impecável

Bad Batch segue o mesmo estilo da última temporada de Clone Wars, que é cartoon mas ainda tem um trabalho de iluminação e texturas realistas. Isso deixa a série linda e não a faz ficar estranha para o espectador acostumado com os filmes em live-action. Mas a evolução aqui é vista em como a câmera opera, com plano e contraplano desfocado, a movimentação dos personagens, planos abertos e outros detalhes.

As cenas de ação também são bem feitas, cuja a trilha sonora que remete os melhores trabalhos de John Williams consegue empolgar qualquer fã. É um amadurecimento em relação as outras séries produzidas por Filloni, com mais cara de um projeto com investimento nível Disney.

Vai valer a pena acompanhar?

Apesar dos pontos detalhados soarem negativos, eles não chegam a ser críticos. Caso este seja o seu primeiro contato com uma série animada, pode conseguir agradar e se dar por satisfeito. Caso seja um fã de Clone Wars, ver o retorno de alguns personagens e citações de acontecimentos vai dar uma nostalgia enorme. No cenário geral, a série pode estar se repetindo na formula, mas é certo de que vai agradar sua base de fãs.

Ao longo da temporada, iremos fazer nossa cobertura já tradicional de séries do Disney+, então continue ligado para artigos e notícias de Star Wars.