Adaptações cinematográficas de grandes títulos da literatura estão cada vez mais em alta no mundo do entretenimento, porém nem sempre vemos um conteúdo que realmente apresente aquilo que está na história original (um exemplo é o que aconteceu com Percy Jackson, que foi alvo de diversas críticas por fazer grandes alterações na história). Entretanto, algumas produções acabam se destacando por trazer toda a essência que o autor dos livros colocou em sua história, e este é o caso de Harry Potter.

Chegando aos cinemas pela primeira vez em 2001, sob a direção de Chris Columbus (que assumiu o lugar que estava sendo negociado para Steven Spielberg) e ótima recepção do público, Harry Potter e a Pedra Filosofal fez com que os fãs pudessem se deliciar com o pequeno bruxo interpretado por Daniel Radcliffe, que conseguiu eternizar a ligação de sua imagem ao personagem criado por J. K. Rowling (que recentemente se envolveu em polêmicas sobre falas transfóbicas, porém não falarei muito sobre isso pois não é o intuito do texto). E em oito anos seguintes tudo se repetiu, já que todos os longa conseguiram grandes bilheterias e também boas notas em críticas (tendo em vista que o título com menor nota de aceitação Harry Potter e a Câmara Secreta, que no IMDb é classificado com 7,4).

Após anos do fim de toda a saga principal com Relíquias da Morte (nos livros e também no cinema), todos acabaram se surpreendendo com o lançamento da peça de teatro Harry Potter e a Criança Amaldiçoada, que com roteiro assinado por Jack Thorne e John Tiffany acabou sendo extremamente criticada (principalmente após o lançamento do livro) por tentar recriar elementos que já haviam sido determinados anteriormente, além de acrescentar elementos que nunca antes foram apresentados nas histórias. Apesar de todas as críticas, conseguiu trazer um calor gigante ao coração dos fãs (mesmo que isso tenha passado rapidamente por conta dos erros). Entretanto, vale ressaltar que a grande parte dos que foram até o teatro assistir ao espetáculo gostaram muito do que foi visto.

Mesmo com as diversas críticas a Criança Amaldiçoada, não demorou muito para voltarmos a ver o mundo bruxo de J. K. Rowling nos cinemas, já que pouco tempo depois do lançamento do livro/roteiro da peça de teatro, pudemos ir aos cinemas assistir a Animais Fantásticos e Onde Habitam (em 2016), que se passando vários anos antes de Tiago e Lilian Potter se quer existirem, apresenta a história de Newt Scamander, um magizoologista que vai para a cidade de Nova Iorque e acaba perdendo vários dos animais mágicos que estavam em sua mala.

Contando com novas criaturas e personagens, o filme conseguiu reconquistar os fãs que haviam ficado com um pé atrás com o título citado anteriormente. Já que a produção teve uma boa recepção do público, gerando uma grande bilheteria, não demorou muito para ser anunciado a sequência do longa, que trazia o personagem de Johny Depp em seu título.

Como já era esperado por conta do que havíamos visto no primeiro longa desta nova franquia no universo de Harry Potter, Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindewald foi uma explosão para os fãs, já que trouxe a versão jovem de Alvo Dumbledore (desta vez interpretado por Jude Law), uma nova visita a Hogwarts, uma maior participação de Grindewald e como se tudo isso não bastasse, pudemos ver a jovem professora Minerva McGonagall (mesmo que com uma rápida participação).

Entretanto, nem tudo foi aclamado no segundo filme da nova franquia do Universo Mágico de J. K. Rowling, já que diversas críticas foram feitas por conta da grande presença de Depp mesmo com todas as acusações de agressão física feitas por sua ex esposa. Entretanto, apesar de todos os boicotes feitos na época de seu lançamento, a produção não deixou de conquistar uma boa bilheteria (apesar de ser a menor da franquia). Vale lembrar que o terceiro filme dessa franquia tem seu lançamento previsto para 2021, mesmo com a nova polêmica envolvendo Ezra Miller, que deverá ser um dos personagens com maior foco do longa. Também vale lembrar que, por conta das diversas críticas ao roteiro de Os Crimes de Grindewald, a Warner tomou a decisão de não deixar J. K. Rowling sozinha na assinatura do roteiro do novo filme.

Assim como tudo aquilo que faz sucesso por muito tempo, Harry Potter também ganhou um jogo para celular no ano passado. Desenvolvido pela mesma empresa de Pokémon Go, Harry Potter Wizards Unite chegou fazendo muito barulho porém logo foi esquecido por quase todos. Apesar do seu tom inovador de inserir o jogador completamente no universo mágico, acabou se mostrando completamente repetitivo, além de todos os problemas de travar muito e não ter tantos recursos.

Ainda na onda dos jogos, surgiu um boato de que em breve teremos um jogo de mundo aberto no universo da saga, porém ainda não se sabe muito sobre isso. Entretanto, o game deve chegar aos consoles da nova geração, já que serão lançados ainda este ano. Além disso, apesar de antigos, devo citar a grande quantidade de jogos que retratam os filmes da franquia, que se iniciando com Harry Potter e a Pedra Filosofal, chegou para PC, Nintendo GameCube, Xbox, PlayStation 2, PlayStation 1, Game Boy Color e Game Boy Advance, e isso se repetiu com todos os outros filmes e também chegou a diversas outras plataformas de jogos, ganhando ainda mais popularidade.

Todos os anos vemos novas edições dos livros da saga Harry Potter sendo lançadas, cada uma com algo que consegue atrair por diversos motivos diferentes. Apesar de todas as críticas que tudo relacionado a franquia recebe ou já recebeu, mais pessoas se tornam grandes fãs dia após dia, seja por conta da magia dos livros ou pela perfeição cinematográfica e atraente que os filmes sempre conseguiram fazer desde o início.

Mesmo com diversas reclamações, sem nenhuma dúvida Harry Potter consegue ser uma das melhores e mais importante franquias dos livros e também filmes. Apesar dos pesares, consegue se manter forte até hoje, 20 anos após o lançamento do primeiro livro, e ainda com tudo o que já aconteceu conquista muitas gerações completamente diferentes uma das outras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui