No dia 28 de agosto de 2020, o mundo da cultura pop sofreu um forte golpe com a notícia do falecimento de Chadwick Boseman. O ator ficou mundialmente popular com o sucesso de Pantera Negra em 2018, com aclamação do público e das principais premiações de Hollywood. Com um filme confirmado e previsto para 2022, a internet sequer esperou a poeira abaixar e sequer respeitou o luto de todas as pessoas ao seu redor, para começar a especular quem poderia tomar o seu lugar de protagonismo.

Qual o problema nisso afinal?

Chadwick antes mesmo de sua morte, já era uma figura extremamente importante no que se diz respeito a representatividade, um verdadeiro super-herói para toda uma nova geração de crianças e um sonho realizado de muitos adultos. A sua morte foi sentida por toda uma comunidade que não esperava que isto pudesse vir a acontecer tão rápido e ainda interrompendo que novas histórias pudessem ser contadas.

Aliás, esse foi um acontecimento que pegou até mesmo o Marvel Studios de surpresa pois ninguém sabia que o ator estava diagnosticado com câncer no cólon desde 2016. Esse foi o período onde se iniciou a produção de seu filme solo, onde Boseman conheceu os atores ou se reencontrou com velhos conhecidos, se envolveu com membros da produção e etc. Todas essas pessoas hoje sofrem com essa perda tão prematura, onde sequer puderam dizer adeus.

Quando a internet começa a especular e forçar nomes que possam vir a substituir Chadwick, não só é uma atitude fria, onde só pensa na franquia e nada mais, como também coloca já de antecipação um forte peso nas costas dos nomes envolvidos. Imagine a cabeça da atriz Letitia Wright (a Shuri) por exemplo, que perdeu um grande amigo, saber que tem várias pessoas pedindo para ela o substituir? Ou mesmo do Michael B. Jordan (Killmonger), onde também começaram a pedir seu nome?

Luto é algo que deve ser respeitado

A internet se provou mais uma vez que pode ser um ambiente cansativo e nem mesmo um luto consegue respeitar. Jordan teve suas redes sociais atacadas por ter demorado a fazer uma nota de homenagem, como se fosse obrigado a fazer algo as pressas pois a morte passou a ser tratada como “assunto do momento”.

É só mais um dos casos onde pessoas brancas acham que tem o direito de chegar em grandes figuras negras e cobrar algum posicionamento. Aconteceu durante o Black Lives Matter onde pelo simples fato de Neymar ser negro, isso pareceu ser um passe livre para que várias pessoas criticassem a sua postura neutra, na maioria influenciadores com alcance de sobra pra tomarem um posicionamento e não só esperar uma pessoa negra fazer isso. Cara gente branca, por favor, não faça isso.

Chadwick é muito mais do que só um ator que deu vida a um herói da Marvel. Ele deu vida ao primeiro herói negro a receber um blockbuster, ao primeiro herói negro que quebrou estereótipos e é símbolo de realeza, ao herói negro que fez muitos terem orgulho de quem são e olhar para o Rei T’Challa e se sentir representado. Por tanto, respeite a dor desta perda.

Não é hora de falar quem será o próximo Pantera Negra, até mesmo a Disney disse que está focada apenas em homenagear a carreira do ator. Mais para frente, quando as coisas fizerem mais sentido, podemos falar sobre. Sem prazo de validade, sem nada, mas por enquanto não dá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui